quinta-feira, 24 de abril de 2014

Fanfic "Desire And Crime"- Capítulo 12

Autora: Larissa Hale (Nyah / Larissa)
Sinopse: Edward Cullen conhecido como Antonny, é chefe da Cosa Nostra Americana com apenas 28 anos. Homem impiedoso. Não mede esforços para acabar com alguém e conseguir o que quer. É um homem temido por todos,até mesmo pelo amor. Isabella Swan,conhecida como La Belle ou apenas Bella,tem 24 anos e é prostituta do bordel de James. Uma pessoa considerada fria e sem sentimentos. Foi abandonada pelos pais quando tinha 6 anos. Desde daquele dia não acredita mais no amor. Duas vidas que se encontram apenas em uma noite,mas que pode mudar a vida deles para sempre. Apenas um encontro vai entrelaçar suas vidas pela eternidade....
Classificação: +18
Categorias: Saga Crepúsculo
Personagens: Alice Cullen, Angela Weber, Aro Volturi, Bella Swan, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Demetri Volturi, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Felix, Heidi, Irina Denali, Jacob Black, James, Jasper Hale, Jessica Stanley, Mike Newton, Renée Dwyer, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Tanya Denali, Victoria
Gêneros: Ação, Drama, Hentai, Romance, Tragédia, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Capítulos :  /  /  /  /  /  / 7º /  /  / 10º / 11º

Capítulo 12

Depois que Edward recebeu a estranha ligação de Bella, ele chamou Emmettt e Jasper e mais alguns homens e foi ao apartamento de Isabella.. Aquilo poderia ser uma armadilha e não podia arriscar. Ele bateu na porta de Bella,mas ninguém abriu. Então sinalizou para os homens e entrou com a arma na mão. Assim que entrou encontrou Bella nua,caída no chão e toda machucada. Sua casa estava toda revirada.


–-O que aconteceu aqui? – Emmett disse olhando toda a área.



–-Temos que leva-la pro hospital. Você acha que foi Aro? – Jasper disse a Edward.



–-Sem duvida. Emmett eu quero que você vá até o quarto dela, e pegue um robe ou alguma coisa para vesti-la. Eu vou levar ela pro hospital. – Edward disse tocando em Bella. Ela ainda estava quente,quer dizer que ainda estava viva. Apenas estava desacordada.



Emmet foi até o quarto de Bella e pegou um roupão. Edward a vestiu. Ele a tirou com cuidado do apartamento, e a colocou no carro indo em direção ao hospital. Assim que chegou o medico veio atende-lo e levou Bella para fazer alguns exames. 2 horas haviam se passado,mas ele continuava ali. Seu celular tocou dentro de seu bolso e ele o pega.



–-Alô? – Ele atendeu.



–-Edward! O que esta acontecendo? Emmett me disse que você esta no hospital. Você esta bem? – Esme disparou aflita e preocupada.



–-Não mamãe. Uma amiga sofreu um atentado e eu a trouxe para o hospital. – Edward disse passando a mão em seus cabelos, o bagunçando.



–-Eu espero que ela fique bem. – Esme disse.



–-É. Qualquer coisa eu te ligo. Eu te amo mãe. Tchau. – Edward se despede de Esme e desliga o telefone.



–-O senhor quem trouxe Isabella Swan? – Um senhor de meia idade com um roupão branco perguntou.



–-Sim. – Edward respondeu.



–-Nós já a medicamos. Isabella foi estuprada. Sofreu vários tipos de violência física. E infelizmente perdeu o bebê. – O medico disse.



A mente de Edward parou naquele momento. Isabella estava grávida?



–-Grávida? – Ele perguntou com os olhos arregalados.



–-Sim. De 3 meses. Sinto muito. – O medico lamentou.



–-Eu posso vê-la?



–-Bem, ela ainda sob os efeitos da medicação. Mas não vejo problema nenhum em visitas.



Edward entrou no quarto. Bella estava lá, deitada e dormia serenamente. Havia vários fios ligados em seu corpo,monitorando seu ritmo cardíaco. O medico havia dito que ela havia quebrado o braço também, e que ficaria com um gesso por um mês. Em seu rosto a marca da violência que sofreu era bem nítida. Seu olho estava com um marca roxa a redor, a boca dela estava toda corta,um pequeno corte da sobrancelha, e uma vermelhidão em sua bochecha, em seu pescoço havia marca de dedos também. Edward com a ponta dos dedos tocou o rosto dela. Ela ainda continuava bonita.



Uma coisa lhe passou pela cabeça naquele instante. Ela estava grávida,e quem seriam o pai? Será que era ele? Mas isso não era possível . A não ser....naquela noite. Estava tão desesperado em possui-la como um animal selvagem que acabou se esquecendo da camisinha. Mas agora ele tinha coisas para fazer,como por exemplo, acabar com a raça de quem havia feito isso com Bella, e com seu filho também.



O horário de visita havia acabado. Edward queria que Bella acordasse logo. Mas o medico o aconselhou a ir pra casa,já que Bella só iria acordar na manhã seguinte.



Edward estava dirigindo de volta pra casa,quando seu celular tocou. Ele atendeu,enquanto sua outra mão estava no volante. Era uma chamada restrita.



–-Quem é? – Ele atendeu com sua voz ríspida de sempre,e ouvi uma gargalhada do outro lado da linha.



–-Antony,realmente não se lembra de mim? Deixa eu refrescar sua memória. Aquela cadela continua bastante apertada. – Aro diz cinicamente acompanhado de uma risada debochada. Edward aperta o volante com força.



–-Eu vou te matar seu filho da puta. Eu vou te achar Aro. – Edward disse em forma de promessa com os dentes trincados de ódio.



–-Meus homens lamberam os beiços com aquela vadia. Sabe eu já comi ela uma vez. Na verdade todos já comeram ela. Tenho que admitir que ela faz um bom serviço. Você sabia que ela estava grávida? Ah,mas é claro que não,porque você não liga pra ninguém. Você é frio Cullen. Nisso somos parecidos. Não há como negar. Nós não nos importamos com ninguém,além do nosso próprio nariz. Não se preocupe,pois quando eu quiser que você me encontre,eu apareço. – Aro diz desligando o telefone.



Edward grunhiu de raiva. Ele não era igual a Aro. Não podia ser. Edward podia ser impiedoso as vezes,mas também tinha um coração. Ele não era desse jeito. Tudo mudou quando sua mãe foi morta. Ele viu ela lá estendida no chão do quarto. Ela trajava um vestido branco. Ele só tinha 4 anos,mas nunca iria se esquecer. Por causa desse trauma,Edward se tornou o que é agora. Um mafioso em busca de vingança.











Na manha seguinte.......



Bella começou a despertar. Sentiu algo em seu braço que a estava incomodando. Sentia algo ou a falta de algo em seu ventre. Não se lembrava de nada,apenas na dor que sentia.



Bella queria tirar aquilo de seu braço. Era uma agulha. Ela simplesmente odiava agulhas. Viu que estava em um quarto de hospital.



–-Não faça isso moçinha. Você vai se machucar. – Uma enfermeira disse a impedindo de puxar a agulha.



–-Eu não gosto de hospital. Quero ir pra casa. Aiii. – Ela disse sentindo uma dor em seu braço.



–-Por favor não se mexa muito. Você ainda não esta em condições de ir embora daqui. Seu braço esta quebrado. – A enfermeira disse ajeitando os travesseiros dela.



–-E o meu bebê? – Bella perguntou, e a enfermeira fez um sinal com a cabeça. Ela já tinha entendido o recado.



–-Eu entendo. – Bella disse sentindo sua garganta ficar seca.



A enfermeira terminou de ajeita-la e saiu da quarto. Bella virou a cabeça para o lado e se permitiu chorar. Seu bebê não havia resistido.



–-Quem bom que acordou. – Uma voz aveludada e conhecida disse.



–-Assim que Bella virou a cabeça em direção da porta deu de cara com Edward ali. Ao contrario do que ela pensava,ele não estava lá vestido com um de seus ternos caríssimos,mas sim vestido casualmente o que era muito difícil de se ver.



–-O que veio fazer aqui? – Bella diz com a voz rouca ainda pelo choro.



Antony saiu da porta, e entrou no quarto. Bella se mexeu na cama desconfortavelmente. Com certeza ele já sabia de sua gravidez.



–-Você deve saber já que me ligou ontem. – Edward disse cruzando os braços em frete ao seu peito.



–-Foi Aro. Ele que fez isso. – Bella sussurrou.



–-Eu sei. Quando ia me contar que estava grávida? – Edward indagou friamente.



–-E isso te interessa? – Ela replicou no mesmo tom.



–-É claro que sim. Eu tenho certeza de que era meu. – Ele disse e Bella estremeceu.



–-E de que importa agora? Eu perdi o neném. Alias, se não fosse por isso você nunca iria saber. – Ela cuspi friamente.



–-Por que você tenta se mostrar tão fria e indiferente. – Antony perguntou franzido o cenho.



–-Nisso nós somos bastante semelhantes. Você é frio,não tem piedade de ninguém. A culpa de eu estar aqui e unicamente sua? – Bella disse o acusando.



–-Minha? Por que você acha que a culpa é minha? – Ele disse dando um sorriso torto.



–-Por que? Você ainda pergunta? Eu estava em paz no meu trabalho até você aparecer. No começo eu pensei que fosse apenas um caso de uma noite. Mas não, você tinha que aparecer lá novamente. Você tinha seus problemas com Aro,mas no final quem pagou tudo isso fui eu. E acredite o preço disso foi muito caro. – Bella disse engolindo a vontade que tinha de chorar. O coração de Edward se apertou diante a aquelas acusações.



–-Não se preocupe. Aro vai pagar pelo que fez a você. É uma promessa. Eu venho vê-la amanhã. Até mais Isabella. – Ele disse saindo do quarto.



Bella suspirou pesadamente, e fechou seus olhos. Queria estar morta fisicamente,já que mentalmente não vivia mais. Ela queria que Aro a tivesse matado.









Edward dirigiu de volta pra sua casa. Pela primeira vez em sua vida não tinha animo de ir trabalhar. Ele havia conversado com o medico sobre o estado de Bella. Felizmente nada de mais grave havia acontecido. Portanto,no dia seguinte ela já teria alta. Ela não iria voltar para o seu apartamento. Antony havia decidido que Bella ficaria em sua casa. Sabia que seria difícil convence-la. Mas tinha que dar um jeito.



Ao descobri que Bella estava grávida sentiu uma coisa estranha. Um filho. Nunca havia pensado sobre essas palavras. Mas o que iria acontecer se tudo fosse diferente? E se Aro não tivesse aparecido no apartamento? Edward nunca iria saber da existência dessa criança. As palavras de Bella rondavam em sua cabeça. A culpa era unicamente dele. Não deveria ter se envolvido com Bella. Sabia que era perigoso demais. Mas no calculava seus atos. A cada dia ele se envolvia mais emocionalmente com ela. São 5 meses. Poderia se considerado um namoro,mas para ele era apenas sexo.



–-Menino,sua mãe esta lá em cima no seu quarto. – Sue disse assim que Edward chegou em casa.



–-Obrigado Sue. – Edward disse subindo para o quarto.



Quando abriu a porta do seu quarto viu Esme sentada na ponta de sua cama.



–-Antony meu filho que bom que chegou. – Esme diz o abraçando.



–-Olá mãe. Aconteceu alguma coisa? – Edward disse com o rosto enfiado nos cabelos de Esme.



–-Não. Seria impossível já que eu ando com uma tropa de seguranças atrás de mim. Mas eu vim ver como você esta. – Esme diz segurando as mãos do filho.



–-Isabella acordou e soube da perda do filho. E como era de se esperar me culpou. – Edward disse pesaroso se sentando ao lado da mãe.



–-Dê um tempo a ela Edward. A dor de perder um filho é enorme. Ela esta abalada com tudo que aconteceu. – Esme diz.



–-Mas ela tem razão. A culpa é toda minha. Eu não devia ter me encontrado com ela o tempo todo. Eu devia ter colocando alguns homens atrás dela como Jasper havia me dito. Mas eu não me importei. E agora veja, ela nunca vai me perdoar. – Edward disse. seu semblante mostrava arrependimento.



–-Você vai deixar ela voltar pra casa?



–-Não. Eu não posso fazer isso. Seria horrível se algo mais acontecesse com ela. Eu vou traze-la pra cá. Aqui ela vai estar segura. – Ele disse.



–-Vai ficar tudo bem. Faça com que tudo fique diferente. – Esme disse e Edward a olhou.



–-Eu não queria,mas eu estou apaixonado por ela. – Edward admitiu e Esme deu um sorriso.



–-Que bom meu filho. Eu espero que vocês sejam muito felizes. – Esme disse fazendo cafuné nos cabelos de Edward.









–-Olá. – Uma pequena mulher com os cabelos repicados disse.



Após a partida de Antony,Bella conseguiu dormir apenas algumas horas. Não podia se virar que já sentia dor.



–-Quem é você? – Bella perguntou.



–-Meu nome é Alice. Eu sou irmã do Edward. Eu vim ver como você esta. – Alice diz dando um sorriso.



Mas o que a irmã dele estava fazendo ali? Será que nos jornais também estava escrito sobre o seu atentado?



–-O que quer aqui? Veio ver o estrago que o seu irmão fez? – Bella diz sem nenhuma educação.



–-Não precisa me tratar desse jeito. – Alice disse ofendida e Bella se arrependeu do modo com que falou com ela.



–-Me desculpe Alice. Eu estou com dor. Eu perdi um bebê,fui violentada por três bruta montes,espancada e aqui estou eu. – Bella disse sem um pingo de humor.



–-Eu entendo pelo que você esteja passando. Eu quero ser sua amiga. – Alice disse animada.



–-Amigas? Tem certeza que quer ser amiga de uma pessoa como eu? Uma prostituta,quer dizer ex-prostituta. – Bella diz desgostosa.



–-Eu não me incomodo com isso. Minha família é toda de mafiosos. Isso pra mim não é nada. não se preocupe,Edward vai acabar com Aro. – Alice disse.



–-É bom mesmo. – Bella resmungou.



As duas ficaram ali conversando até o horário de visitas acabar. Naquele tempo,Alice contou praticamente sua vida inteira. Bella achou Alice bastante comunicativa e engraçada.



Depois que Alice foi embora,Bella voltou a ficar sozinha. No dia seguinte teria alta e poderia voltar pra casa e cuidar de sua gata. O que havia acontecido com Mitsy? Bella queria que ela estivesse pelo menos viva.









No dia seguinte Bella teria alta,mas como iria sair do hospital sem roupas?



–-O que veio fazer aqui? – Bella indagou vendo Antony entrar em seu quarto com sacolas na mão.

–-Como pretende sair do hospital? Nua? Tome se vista. – Edward disse com seu modo acido de sempre,entregando as sacolas pra ela.



Bella bufou,mas pegou as sacolas e foi para o pequeno banheiro que havia ali. Era uma roupa leve. Ela terminou de se vestir com dificuldade,já que seu braço estava engessado. Quando voltou novamente para o seu quarto,viu que Antony continuava lá.



–-O que ainda faz aqui? – Ela diz rudemente.



–-Você não vai voltar pra sua casa. A partir de hoje você vai pra minha casa. – Ele disse calmamente.



–-O QUE? – Bella gritou.



–-Não se faça de surda. Você escutou muito bem. Depois disse que aconteceu você não pode mais ficar sozinha. Eles vão te procurar e vão te matar. – Ele disse o mais serio possível.



Havia sentido em tudo que ele havia falado. Aro queria vingança e pra isso iria fazer qualquer coisa.



–-Olha Edward eu não posso. Eu sou só uma prostituta. Eu não tenho nenhum vínculo com você. Eu só trepo com você. – Bella diz rindo sem humor.



–-Por favor. Pela sua segurança,ok? – Edward pediu. Quando Bella olhou fundo em seus olhos viu uma mistura de sentimentos que não sabia identificar o que era.



–-Ok. Mas eu não vou ficar por muito tempo. – Bella disse suspirando.



–-Faça como quiser. Mas espere até eu matar Aro. – Ele disse e ela assentiu.



Edward falou com o medico sobre a alta de Bella. O medico receitou alguns remédios para dores e os dois saíram do hospital.



Indo pra casa. O que isso significava para Bella? Com certeza não estava indo para o seu apartamento. Estava indo para a casa de Edward Cullen. Que agora seria sua nova casa.....


N/A (Blog IRL) :  O que acharam de mais esse ??  Mais um golpe  pra nossa garota..  Quanto a Aro nem digo que está brincando com fogo #fato.. Baby se foi.. E agora ambos terão que conviver.. as coisas prometem ainda mais com o humor inconstante dos dois.. E o Ed hein ? Finalmente confessou #mentalizaocorodealeluia kk E a casa vai cair ?! Para saber de tudo o que ainda aguarda esses 2 só acompanhar heheh

Aguardamos vocês no capítulo de amanhã e até mais nos coments. 

Bjks e Boa Noite !

Irmandade Robsten Legacy Visite nossa Galeria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.