segunda-feira, 5 de maio de 2014

Fanfic "Desire And Crime"- Capítulo 20

Autora: Larissa Hale (Nyah / Larissa)
Sinopse: Edward Cullen conhecido como Antonny, é chefe da Cosa Nostra Americana com apenas 28 anos. Homem impiedoso. Não mede esforços para acabar com alguém e conseguir o que quer. É um homem temido por todos,até mesmo pelo amor. Isabella Swan,conhecida como La Belle ou apenas Bella,tem 24 anos e é prostituta do bordel de James. Uma pessoa considerada fria e sem sentimentos. Foi abandonada pelos pais quando tinha 6 anos. Desde daquele dia não acredita mais no amor. Duas vidas que se encontram apenas em uma noite,mas que pode mudar a vida deles para sempre. Apenas um encontro vai entrelaçar suas vidas pela eternidade....
Classificação: +18
Categorias: Saga Crepúsculo
Personagens: Alice Cullen, Angela Weber, Aro Volturi, Bella Swan, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Demetri Volturi, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Felix, Heidi, Irina Denali, Jacob Black, James, Jasper Hale, Jessica Stanley, Mike Newton, Renée Dwyer, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Tanya Denali, Victoria
Gêneros: Ação, Drama, Hentai, Romance, Tragédia, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência

Capítulos :  /  /  /  /  /  / 7º /  /  / 10º / 11º / 12º / 13º / 14º / 15º / 16º /17º / 18º/ 19º

Capítulo 20


Edward estava em seu escritório revendo alguns papeis sobre a nova carga de Crack e Cocaína que iria chegar por aqueles dias. Era muito dinheiro envolvido nisso. O esquema estava arquitetado cuidadosamente. A droga iria chegar da Colômbia. A policia não podia nem imaginar. Um erro no plano, e Edward perderia 1 milhão de dólares. Edward tinha que confessar que a policia era esperta, e algumas poucas vezes eram competentes no que faziam. 

Antony tinha algumas desconfianças que haveria traidores infiltrados em sua máfia. Ele não sabia quem exatamente era,mas seus sensores estavam ativos a qualquer coisa que acontecia dentro de sua organização. 

Quando Antony tinha 16 anos,seu pai lhe ensinou em como comandar aquela organização tão grande e poderosa chamada Cosa Nostra Americana. Uma coisa que Edward aprendeu era nunca dar chance a traidores. Deveriam ser eliminados o mais rápido possível. Aos 17 anos, ele já participou de alguns recebimentos de cargas com o seu pai. Nessa época ele sabia atirar como ninguém. Seu pai já o treinava para que no futuro ele estivesse á frente de todo aquele poder.

Edward foi interrompido por batidas na porta. Era Jasper. Por falar nele. O seu casamento com Alice iria acontecer em 3 meses. A baixinha estava a todo vapor com os preparativos. 


–-Não venha me trazer noticias ruins. – Antony logo o avisou.

–-Não é nada disso. Eu odeio noticias ruins. Eu só vim conversar um pouco. Emmett fica me enchendo o saco, e Alice esta me deixando nervoso com essas coisas sobre o casamento. Por quê ela não pode simplesmente vestir um vestido, e nos casarmos em Vegas? Seria bem melhor. – Jasper disse suspirando cansadamente. E Edward deu uma gargalhada.

–-Jasper falta 3 meses para o seu casamento. Não tem mais volta. Eu acho que nenhuma mulher feito Alice iria querer vestir um vestido e ir se casar em Vegas. – Edward disse.

–-Eu sei. Eu amor a sua irmã Antony. Apesar dela me deixar louco as vezes,mas eu a amo. Antes que eu me esqueça,aqui esta. – Jasper jogou uma pasta preta em cima da mesa de Antony.

–-O que é? – Ele disse olhando pra pasta, e depois encarando Jasper com a testa franzida.

–-O nome desse cara é Jonh Thompson. Ele é um cara importante no ramo automobilístico. Ele quer proteção – Jasper explicou.

Edward olhou o conteúdo da pasta. Haviam dados sobre o homem,fotos, e até mesmo seu saldo bancário.

–-Proteção? Quem ele acha que nós somos? Uma empresa de segurança? – Edward disse irônico.

–-Ele esta oferecendo á você 25 milhões de dólares pra você conseguir tirar ele, a mulher e os dois filhos em segurança do pais. – Jasper disse. Edward começou a se interessar.

–-25 milhões? O que esse cara fez de errado pra querer sair do pais com proteção? – Antony questionou curioso. Pelas fotos o tal de Jonh não parecia nenhuma traficante. Mas é como se diz,aparências enganam.

–-Ele disse que quer conversar com você pessoalmente. Parece que esta sofrendo algumas ameaças. – Jasper deu os ombros.

–-Otimo. Então marque uma entrevista com esse homem.

Alguém bateu na porta novamente. Edward pensou que hoje talvez pudesse ter algum tipo de paz,mas pelo visto estava enganado. Quem poderia ser agora? sua mãe? Seu pai? Ele então pediu que entrasse, e viu que era Emmett,que vinha com um jornal nas mãos.

–-Olha isso. Parece que você e a Bellinha estão na primeira pagina. – Emmett entrou com um enorme sorriso.


Edward pegou o jornal,entediado, e viu que lá havia uma manchete com a foto dos dois lá. Foi na noite em que Edward a levou para jantar. A manchete dizia bem alto e claro: “EDWARD CULLEN NÃO ESTÁ MAIS SOLTEIRO”. 

Na manchete dizia que Antony foi visto em um restaurante Frances com uma morena desconhecido. Os dois pareciam bem íntimos. Ao ler aquilo Edward não pode deixar de dar um sorriso malicioso. As pessoas não pensavam em como aquelas dois estavam íntimos.

Edward tirou seus olhos do jornal, e deu de cara com dois pares de olhos, o olhando de uma forma especulativa e curiosa.

–-O que foi? Tem algo na minha testa? – Ele disse com o tom acido.

–-Como se sente? Agora você é um homem comprometido. – Jasper disse.

–-Vai pedi-la em casamento? – Emmett perguntou curioso.

–-Vocês dois parecem duas velhas fofoqueiras. Voltem ao trabalho. – Ele disse se recostando na cadeira.

Emmett e Jasper riram e saíram do escritório. Edward ficou ali pensativo. Agora era um homem comprometido. Era diferente como essa palavra soava pra ele. Ele olhou para seu relógio,que havia ganhado de presente de Bella, e viu que ainda eram 9 da manhã. Será que era muito cedo para ligar pra ela? Era melhor então esperar um pouco. Com certeza ela estaria dormindo a uma hora dessas.


Enquanto isso....

Bella se remexeu na cama,procurando por alguém. Ela soltou um pequeno gemido. Sentia alguma coisa em seu pé. Era uma sensação boa, e fazia cosquinhas. Ela abriu os olhos sobressaltada,afastou as cobertas, e viu que Mitsy que dormia perto de seus pés. Bella se sentou e viu no relógio que ainda era 9:03 da manhã. Com certeza uma hora dessas Edward já estaria trabalhando.

Bella recostou suas costas na cabeceira da cama, e fechou os olhos. Ela pensou em como havia se tornado assim tão dependente de Edward. Ela nunca havia se sentido dessa maneira antes.

Quando era menor,com doze ou treze anos,ela aprendeu que não deveria ser dependente de ninguém,ou então se apegar tanto. Ela sabia que no final sempre iria sair machucada. E ela não queria mais sofrer,já que carregava consigo uma marca. A marca do abandono. Agora, ela pensava em como isso havia acontecido. Ela amava Edward. Dormia junto com ele,tomava banho com ele,acordava junto com ele. Pareciam casados. E quando isso não acontecia se sentia vazia, e solitária novamente. Mas tudo ficava melhor quando ele chegava em casa.

Bella desceu para o café. Não estava com muita fome. Mas comeu,já que o doutor disse que ela teria que se alimentar direito. Depois do café,Bella subiu para o quarto. Estava um dia ensolarado. Então ela foi até o closet procurar um biquíni. Iria para a piscina tomar um pouco de sol. 

Enquanto procurava o biquíni Bella acabou encontrando uma caixa no closet. Ela tirou a caixa de lá,trancou a porta. Não queria correr o risco de ser pega no ato por Edward. Ela então se sentou na cama em posição de índio, e abriu a caixa. Havia alguns papeis lá,havia algumas fotos. Mas uma chamou Bella atenção. Era de uma mulher bonita. Ela tinha cabelos meio acobreados,olhos verdes, e um sorriso maravilhoso. Atrás da foto estava escrito: “Elizabeth Masen,1983”. Era a mãe de Edward; os dois eram realmente bem parecidos. Bella vasculhou ainda mais a caixa,achou alguns desenhos feito Elizabeth. Ela era uma artista. Bella resolveu guardar a caixa. Aquilo pertencia á Edward, e ela não podia simplesmente invadir a privacidade dele daquela maneira. 

Bella guardou a caixa no mesmo, e volto a procurar o biquíni. Ela achou o biquíni certo depois de tanta procura. Ela foi para o banheiro se trocar. Pegou Mitsy, e saiu do quarto. Ela foi para a área da piscina,colocou sua gata no chão, e se deitou na espreguiçadeira,passou o protetor solar, e deitou de barriga pra baixo.

Bella não via,mas os seguranças que ali estava olhavam para o seu corpo. Edward chegou e viu seus homens olhando para alguma coisa. Ele saiu do carro e foi até eles.

–-O que porra vocês estão olhando? – Ele perguntou irritado.

Os olhos de Edward se direcionaram para a área da piscina. Ele descobriu o que tanto aqueles homens olhavam. Estavam secando,literalmente,sua mulher que tomava sol. A olhavam como se fosse um pedaço de bife suculento. Edward reconheceria aquele bundinha empinada á quilômetros de distancia.

–-Olha aqui seus idiotas,seu eu pegar vocês olhando para a minha mulher novamente,eu vou arrancar os olhos de vocês. Agora voltem ao trabalho. – Ele disse furioso.

Os homens o olharam medrosos, e voltaram a fazer suas funções. Edward marchou até aonde Bella estava. Ela não estava prestava atenção em nada a sua volta.

–-O que você esta fazendo? – Ele perguntou ríspido. Bella levantou a cabeça assustada.

–-Você me deu um susto Antony. Eu só estou tomando um pouco de sol. – Bella disse dando um sorriso.

–-Com esse pedaço de pano? – Ele retrucou olhando para o pequeno biquíni que ela usava.

–-Isso é apenas um biquíni. Ele não é tão pequeno. Olha só. – Bella disse se levantando e dando uma voltinha.

3 coisas se passaram da mente de Edward naquele momento. Primeiro: Bella esta fudidamente gostosa dentro daquele pedaço de pano. Segundo: seu pau estava vibrando dentro das calças. Terceiro: não era só ele que estava apreciando aquela paisagem feita por Deus.

–-Bella entra logo dentro de casa. – Edward disse passando a mão no rosto amassando o nariz.

–-Por quê? Será que eu não tenho liberdade nem pra tomar sol. – Bella disse começando a ficar irritada.

–-Entra logo porra,ou eu vou ter que te arrastar a força pra dentro de casa. – Ele disse com os dentes trincados.

Bella não estava acreditando nisso. Será que agora nem podia ir para a piscina? Antony não era o seu dono. Ela não iria entrar dentro de casa,só porque ele queria. Ela cruzou os braços contra o peito, e o olhou com o nariz empinado. Bella estava medido forças com Edward.

–-Isabella eu não estou brincando. Eu. Quero. Que. Você. Entre. Em. casa. – Edward disse pausadamente já perdendo o resto de sua paciência.

–-E quem é você pra me mandar o que fazer? – Bella disse com um sorriso desafiante.

Edward então se descontrolou. Ele pegou Bella, e a jogou em seu ombro. Ela deu um gritinho surpresa. Edward entrou com ela dentro de casa. Ele parecia um homem das cavernas carregando sua companheira nos ombros. Bella batia nas costas dele, e o xingava de todos os nomes possíveis. Edward não estava nem ai. Bella tinha mãos leves, e seus tapas não doía. Ele continuou levando ela até o quarto.

–-ME SOLTA SEU OGRO. – Ela esbravejava irritada. Bella estava se sentindo uma boneca de pano.

Edward abriu a porta do quarto, e entrou, e a fechou com o pé. Ele tirou Bella de seu ombro e a jogou em cima da cama. Bella caiu sentada.

–-Você é um idiota. – Ela estava com uma expressão raivosa.

–-A culpa é totalmente sua. Por que você tem que fazer isso? Sente prazer em me ver irritado? Bella,enquanto você estava deitada com a bunda pro alto,aqueles homens estavam olhando pra você,ou melhor pra sua bunda. Eu queria arrancar os olhos deles fora. Eu não gosto de ninguém cobiçando o que é MEU! – Edward puxava seus cabelos, e andava pelo quarto.

Bella agora estava assustada. Nunca havia visto ele daquela maneira. Edward estava totalmente descontrolado. Mas ela não iria dar seu braço a torcer. Afinal, ela não havia feito nada de errado.

–-Antony, eu não estava fazendo nada de errado. estava calor de mais, e eu não tenho culpa se os seus homens ficam olhando pra mim. Será que eu terei que andar com o corpo todo coberto igual as mulçumanas? – Bella perguntou, e ele parou de andar e a olhou.

–-Se isso fizer com que eles parem de te olhar, então sim. – Ele disse com os olhos semi cerrados. Bella se levantou da cama e foi até ele.


–-Eu te amo Edward. É algo que eu nunca senti por ninguém. Meu corpo, e meu coração pertence somente á você. – Bella disse olhando firme pra ele. Ela segurou o rosto dele entre suas mãos, e o beijou.

–-Eu te amo. Eu nunca senti isso por ninguém. Por isso eu tenho esse tipo de proteção com você. – Ele disse acariciando a parte nua da cintura dela.

Bella se sentou no colo de Edward. Ela beijou toda a extensão do rosto dele. Ela foi desabotoando a camisa dele,até retira-la completamente de seu corpo. Ela então o deitou na cama e beijou todo o seu peito desnudo, e alisando seus ombros até chegar aos seus braços. Há essa hora já havia se formado um atrito entre suas intimidades que já estavam bem próximas. Faltavam apenas alguma peças de roupa para que eles se unissem completamente.

Bella para provocar,rebolou no colo de Edward bem em cima de seu membro, que parecia vibrar dentro das calças. Bella já sentia seu centro ficar úmido. Eles continuavam se beijar com fervor. Edward mordia o pescoço de Bella. Parecia um vampiro sedento por sangue.

–-Não. Deixa ai. – Bella disse quando Edward tentou desamarrar o laço da parte de cima de seu biquíni.


Edward franziu o cenho confuso, e muito excitado. Mas Bella voltou a beija-lo. Ela começou então a se esfregar nele. Ele não entendeu o por quê de ainda estarem vestidos. Tudo ia bem até Bella parar de beija-lo, e se levantar do colo dele.

–-Por que você parou? – Ele perguntou, e Bella deu um sorriso.

–-Porque querido,você é foi um mau menino, e brigou comigo. Agora o seu castigo será esse: eu estou fazendo greve de sexo. – Bella respondeu calmamente fazendo uma cara de inocente. Já a expressão de Edward era impagável.

–-O que? Você vai me deixar assim? - Ele disse incrédulo apontando para a sua enorme ereção bastante evidente em suas calças.

–-Você tem mãos. Faça uso delas a partir de agora. te vejo depois. – Bella mandou dois beijinhos no ar para Edward, e saiu do quarto.


Antony continuou lá parado no mesmo lugar fitando o teto com o zíper da calça aberto. Não acreditava que isso estava acontecendo. Justo com ele. Bella estava fazendo greve. Ela simplesmente saiu do quarto, o deixando ali duro. Ele bufou frustrado e irritado. Teria que resolver seu problema sozinho.



Na manhã seguinte....

–-OMG eu não acredito que você deixou Edward na mão. – Alice dizia entre risos. Bella havia contado sobre o dia anterior.

–-Tudo começou quando eu fui tomar sol na beira da piscina. Antony chegou lá furioso. Não queria que eu usasse o pedaço de pano, que eu chamava de biquíni. Então eu dei um castigo nele. – Bella cruzou os braços.

–-Edward é bastante possessivo e ciumento. Eu me lembro de quando eu comecei a namorar. Meu primeiro namorado foi Royce King. Edward cismou que o garoto só queria me comer,e depois sair fora. Meu namoro só durou 6 meses, já que meu querido irmãozinho ameaçava Royce. O garoto sumiu da cidade com a família. Dizem que ele foi para a Austrália. – Rosálie disse rindo.

–-Eu ainda me lembro quando eu comecei a namorar o Jasper.

Uma outra coisa que havia aprendido sobre Edward, era que ele era muito ciumento. A tratava como uma bonequinha de cristal.



Antony passou o dia todo irritado. Após a pequena discussão com Bella, que acabou resultando em greve, ele teve que ir ao banheiro e dizer “Olá” para suas mãos. Ele podia sair a qualquer hora e arrumar uma mulher. Mas ele não queria. Nenhuma outra mulher além de Bella sabia acalmar seu “amigo”.


Eram 20:30 h quando Edward chegou em casa para o jantar. Sue e mais algumas empregadas serviram os dois. Comeram em silencio. 

Após o jantar Bella subiu para o quarto. Edward ficou uns instantes na sala. Depois ele resolveu subir. Não adiantava ficar longe de Bella, já que o cheiro dela parecia estar em todo o canto da sala. Quando chegou no quarto não a encontrou Bella mas viu a porta do banheiro aberta, e o barulho do chuveiro ligado. Ele poderia ir até ela e espia-la enquanto ela tomava banho,mas com certeza não iria conseguir dormir com o pau duro, ou ele poderia ficar lá sentadinho e esperar ela sair do banho.

20 minutos depois Bella saiu do banho com um pijama curtíssimo, e secava os cabelos com uma toalha. Edward não conseguia para de olha-la.

–-O que foi? – Bella perguntou ao ver Antony a fitando intensamente.

–-Nada. Eu vou tomar meu banho. – Ele disse meio nervoso correndo para o banheiro. Bella deu um sorriso malicioso.

Edward teve que tomar um banho gelado para ver se acalmava,mas estava um pouco difícil ao vê-la naquela roupa. Ele gostava quando ela usava aquelas pequenas peças de roupa,mas apenas quando estivessem os dois á sós,não ela se exibindo para outros.

Quando ele saiu do banho,depois de ter passado a eternidade lá, Antony encontrou Bella sentada na cama com as pernas esticadas e lendo um livro. Edward, em silencio se sentou na cama na mesma posição de Bella.

–-O que esta lendo? – Ele perguntou.

–- “A Menina Que Roubava Livros”. Alice que me deu. – Ela respondeu tirando seus olhos do livro por um breve momento.

Edward resolveu pegar seu Notebook e olhar alguns email-s. 1 hora depois naquele silencio,Bella bocejou, e com isso Antony também. Ele desligou seu Notebook, e se deitou. Bella adorava provoca-lo e se deitou de costas pra ele.

–-Boa noite Tony. – Ela disse reprimindo o riso.

–-Boa noite? É só isso? – Ele indagou indignado. Nem um beijo?

–-Greve lembra? Agora me deixa dormir. – Disse ela se cobrindo até o pescoço e fechando os olhos.

Edward bufou e se deitou de barriga pra cima. Ela havia dormindo sem ao menos lhe dar um beijo de boa noite. Ele ficou imóvel por vários minutos. Ele virou a cabeça conferindo se ela estava realmente dormindo. Viu que ela ressonava tranquilamente. Ele cuidadosamente sem fazer ruído na cama, se arrastou aproximando-se e a abraçou,colocando seu rosto no meio dos cabelos dela, e aspirando o cheiro do shampoo de morango que ela usava. Ele sem querer querendo acabou se roçando nela, e fechou os olhos relaxando. Edward queria atenção de qualquer jeito. Ele pensou em despi-la e bolina-la sem ela perceber. Ela tinha um sono pesado, e não iria nem perceber. Mas ele não fez. Apenas ficou se esfregando nela até quando pode, porque logo o sono veio.

Bella fingia dormir, e sentiu quando a ereção de Edward roçou em seu bumbum. Ela não se afastou dele. Estava interessante aquilo tudo. Ela se aconchegou ainda mais nos braços deles. Porem a greve ainda não havia terminado. Ela resolveu tortura-lo mais um pouco.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.