quarta-feira, 28 de maio de 2014

Fanfic "Desire And Crime"- Capítulo 25

Autora: Larissa Hale (Nyah / Larissa)
Sinopse: Edward Cullen conhecido como Antonny, é chefe da Cosa Nostra Americana com apenas 28 anos. Homem impiedoso. Não mede esforços para acabar com alguém e conseguir o que quer. É um homem temido por todos,até mesmo pelo amor. Isabella Swan,conhecida como La Belle ou apenas Bella,tem 24 anos e é prostituta do bordel de James. Uma pessoa considerada fria e sem sentimentos. Foi abandonada pelos pais quando tinha 6 anos. Desde daquele dia não acredita mais no amor. Duas vidas que se encontram apenas em uma noite,mas que pode mudar a vida deles para sempre. Apenas um encontro vai entrelaçar suas vidas pela eternidade....
Classificação: +18
Categorias: Saga Crepúsculo
Personagens: Alice Cullen, Angela Weber, Aro Volturi, Bella Swan, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Demetri Volturi, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Felix, Heidi, Irina Denali, Jacob Black, James, Jasper Hale, Jessica Stanley, Mike Newton, Renée Dwyer, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Tanya Denali, Victoria
Gêneros: Ação, Drama, Hentai, Romance, Tragédia, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Capítulos :  /  /  /  /  /  / 7º /  /  / 10º / 11º / 12º / 13º / 14º / 15º / 16º /17º / 18º/19º / 20º / 21º  / 22º / 23º  / 24

Bem amores, depois de dias sem postar, eis aqui mais um capítulo de nossa Fanfic, tivemos alguns contratempos com os capítulos, mas agora estamos de volta. E para compensar nosso atraso, hoje teremos dobradinha, sim, sim, serão 2 capítulos para vocês, volto logo com o capítulo 26 ;)

Capítulo 25

–-Eu quero saber quem foi o primeiro a tocar na porra dessa caixa? – Edward esbravejou.
Após ver o conteúdo da caixa,Edward ordenou que todos os seus seguranças se reunissem do lado de fora da casa.
–-Fui eu senhor. – Ele ouviu um dos seguranças dizer.

–-Qual é o seu nome? – Edward perguntou entre dentes.
–-Daniel senhor.
–-Dê um passo a frente. – Edward ordenou com sua arma já em mãos.
Daniel fez o que o chefe andou e deu um passo a frente. Edward parou em frente ao homem e apontou sua arma para a testa dele.
–-Você sabia que dentro do caralho daquela caixa, poderia ter uma bomba? Agora, todos nós poderíamos estar mortos por uma imbecilidade sua. Eu só não atiro no meu da sua testa,porque preciso do seu trabalho. E que isso não se repita ,se não eu acabo com você. E isso vale para todos vocês seus idiotas. Se alguma encomenda chegar aqui sem nenhum tipo de revista, eu irei mandar todos para debaixo da terra. OUVIRAM? – Ele gritou e todos soltaram um “Sim”.
Depois de dar mais algumas ordens aos homens,Edward voltou para dentro para ver como Bella estava. Ele havia levado ela para o quarto, ela estava muito abalada pelo que havia acontecido.
Quando passou pelo corredor indo em direção ao quarto, viu Sue saindo de lá com uma bandeja nas mãos.
–-Eu fui levar um chá pra ela. É melhor você entrar.
–-Obrigado Sue. – Edward deu um beijo na testa da senhora e entrou no quarto.
Ela encontrou Bella na mesma posição em que ele a havia deixado. Ele foi até lá e se sentou ao lado dela.
–-Como você esta? – Ele perguntou e Bella o fitou.
–-Péssima. Minha gata esta morta. O pior de tudo é saber que ela pode ter morrido no meu lugar. – Bella murmurou com a voz vazia.
–-Não diga isso. Aro provavelmente fez aquilo para te atingir. Não se preocupe, que nada vai acontecer com você. – Edward beijou os dedos da mão de Bella.,
Ele viu o anel de diamantes no dedo dela. O anel que havia dado como uma forma de compromisso.
–-Eu sei. Confio em você. Eu estou apenas um pouco abalada. Eu gostava tanto da Mitsy. Eu a encontrei perto do prédio aonde eu morava. Isso foi há 4 anos atrás. Ela ainda era um filhotinho e estava com fome e frio. – Bella disse deixando mais lagrimas cair.
–-Eu compro uma ninhada de gatos pra você. Mas por favor não chore. Eu me odeio por cada lagrima que você derrama. Em pensar que isso foi minha culpa. – Edward disse se recostando na cabeceira da cama ao lado dela.
–-Eu me envolvi com você porque eu quis. A culpa não é sua. Eu também tenho minha parcela de culpa. Eu dormi com Aro. Mas isso foi antes de conhecer você. Você não tem culpa disso tudo. A culpa é dele. – Bella disse e Edward acomodou sua cabeça na barriga dela.
–-Eu vou consertar tudo. – Ele acariciou a perna dela.
–-Eu não quero que você se machuque. – Bella disse carinhosamente,enquanto acariciava os cabelos dele.
Quando Bella pensava no confronto dos dois, um filme se passava em sua cabeça, Aro matando Edward sem dó e piedade. Só de imaginar lhe causava calafrios.
Edward foi dando beijos ousados na perna dela,subindo até a barriga,seios, colo, pescoço.
–-Eu não sei o por quê de você gostar tanto dessa área. – Bella disse sentindo Edward maltratar pescoço dela.
–-É tão branquinho e tão macio, que eu não resisto. – Ele disse suspirando no pescoço dela.
–-Ok vampiro. – Bella disse rindo.
Eles ficaram se acariciando por um bom tempo. Por incrível que pareça não fizeram nada demais. Eles acabaram dormindo mais um pouco.
–-Vamos sair. – Edward anunciou em um rompente.
–-Sair pra onde? – Bella perguntou curiosa.
–-Eu não sei. Talvez shopping. O que acha de irmos ao cinema? Faz ou doze anos ou mais que eu não vou em um. – Edward disse e Bella arregalou os olhos.
–-Doze anos ou mais? – Bella disse espantada.
–-Fazer o que? Enquanto garotos de 15 anos iam ao cinema, eu entrava para a máfia. – Ele disse dando os ombros.
Edward não havia tido uma vida de um adolescente normal para a sua idade. Aos 15 anos, ele iam para uma das melhores escolas do pais, e ficava a par dos assuntos da Cosa Nostra.
–-Então eu escolho o filme. – Bella deu um pulo da cama.
–-Contanto que não seja aquele filme de vampiro gay que brilha no sol, e que tem o mesmo nome que eu. – Ele disse e Bella riu.
Eles foram para o chuveiro tomar um banho. Bella saiu primeiro do Box e foi se arrumar. Ela se vestiu e esperou por Edward que demorou mais que o necessário.
–-Pronto. – Ele anunciou e Bella jogou as mãos para o alto.
–-Até que enfim. Vamos logo Edward. – Bella saiu o puxando pela mão.
–-Nós realmente precisamos ir cheios de seguranças? – Bella questionou pela segunda vez desde que entraram no carro.
–-Eu já disse que sim. Esse incompetentes são pagos para isso. Além disso,há vários paparazzi por todos os lados e por outros motivos. – Ele respondeu.
Bella não voltou a questionar. Ela,mais do que ninguém sabia que depois do acontecido daquela manhã, precisavam de muito seguranças. Ela não voltou a discutir. Eram poucas chances que tinha de estar com Edward em lugar publico. Então tinha que aproveitar.
Eles chegaram ao cinema e foram direto para a bilheteria. Bella escolheu o filme O Motoqueiro Fantasma em 3D.
–-Serio que nós vamos realmente vê esse filme? – Ele perguntou entediado.
–-Claro que sim. Eu escolho o filme. Além do que Nicholas Cage é um homem maduro e muito sexy. Você preferiria que eu escolhesse um desses filmes românticos e melosos? – Bella retrucou com a sobrancelha arqueada. Edward bufou.
Eles entraram na sala. Edward insistiu que eles se sentassem em um canto mais escuro. Bella não sabia das verdadeiras intenções de Antony ao querer se sentar lá,mas ela acabou indo. Edward era bastante chato quando queria algo.
O filme havia começado e Bella colocou os óculos 3D. Edward não compreendia para que aquela besteira de óculos havia sido feitos,já que sem eles dava para ver o filme perfeitamente.
Na metade do filme,Edward se remexia na cadeira desconfortavelmente. Ele estava entediado e queria atenção de Bella. Mas ela estava mais concentrada no motoqueiro fantasma, que era apenas um personagem fictício, ao invés do homem real e viril ao seu lado.
As vezes, em busca de atenção, ele passava a mão pela perna dela descoberta,mas Bella fazia questão de tira-la. Edward estava com vontade de fazer sexo em um lugar publico. Como no cinema,por exemplo. Foi por esse motivo que ele arrastou Bella para aquela parte escura. Ele fez mais uma tentativa. Ele pousou novamente sua mão na coxa. Ela o olhou de soslaio. Como ele não fez mais nenhum movimento,Bella voltou a olhar para o filme.
Edward, vendo que ela não fez nada resolveu ousar um pouco. Colocou sua mão dentro do vestido dela, na parte interna de sua coxa.
–-Para com isso seu tarado. Estamos em um lugar cheio de gente. – Bella sussurrou entre dentes.
Edward deu um sorriso cínico, e continuou com sua mão no mesmo lugar. As vezes ele a alisava.
–-Relaxa e me deixa fazer o trabalho. – Ele disse no ouvido dela.
Edward começou a acariciar a parte interna da coxa dela. Ela estava com lábios semi cerrados. Estava reprimindo um gemido, que poderia sair a qualquer momento. Sua atenção já não estava mais no filme. Sua cabeça, seu corpo estavam atentos aos toques de Edward.
Edward foi subindo seus longos e grossos dedos até o tecido da calçinha dela. Bella usava uma pequena calçinha de renda branca. Ela bem sabia que aquela peça não iria durar por muito tempo. Edward percebeu que o centro dela já estava bem úmido. Ele sorriu consigo mesmo. Ele adorava causar essas reações em Bella.
Edward afastou um pouco a calçinha de Bella para o lado, e colocou um dedo em sua entrada. Bella suspirou tensamente naquela hora. Edward olhou para ela e viu que estava mordendo os lábios. Ele continuou com suas loucuras. Ele a torturava quando retirava seu dedo e o colocava novamente.
Bella estava quase tendo um enfarte ali sentada naquela cadeira. Ela ergueu um pouco seu quadril, e rebolou levemente sob os dedos dele. Ela olhava para todos os lados temerosamente. Tinha receio de que alguém visse o que ocorria ali.
Edward era um verdadeiro puto, ela confirmou. Ele não estava nem ai. Estava até bem tranqüilo. Parecia que não iria ligar se alguém os visse. Ele acharia até divertido. Não a parte em que atrapalhassem a sua brincadeira.
Ele sentiu seus dedos sendo esmagados, e depois serem encharcados pelo liquido de Bella. Depois que ele conseguiu o que queria,ajeitou a calçinha de Bella,pôs novamente os óculos e voltou a assistir o filme como se nada tivesse acontecido.
Bella continuava ali em estado catatônico. Ela ainda estava meio ofegante e suas pernas tremiam. Ela nem percebeu quando o filme terminou.
–-Vamos. O filme já terminou querida. – Edward disse cinicamente.
Bella despertou de seu transe e com o auxilio de Edward conseguiu sair dali. Embora ela ainda tropeçasse nos seus próprios pés.
–-Eu te odeio. – Ela sibilou assim que eles entraram no carro. A única coisa que Edward fez, foi apenas rir.
Bella seguiu viajem até em casa em silencio. Ainda estava meio entorpecida com tudo aquilo. O carro entrou na propriedade, e estacionou em frente a entrada da mansão. Bella foi a primeira a sair do carro e a entrar em casa. Ela subiu as escadas correndo e foi em direção ao quarto.
Edward bufou ao ver aquela cena infantil dela. Ele foi até o seu mini bar e preparou seu Whisky. Ele tomou todo o conteúdo em uma golada só. O liquido desceu queimando em sua garganta. Depois de tomar mais uma dose, ele subiu atrás dela. Ele entrou no quarto e viu que a porta do banheiro estava semi aberta e o barulho do chuveiro estava ligado. Ele entrou no banheiro sem afzer cerimônia.
Bella estava com o vidro do Box aberto,e estava de costas para a porta.
–-Você esta com raiva de mim? – A voz rouca dele soou no Box.
Bella se virou assustada. Não sabia que estava sendo observada. Há quanto tempo será que estava sendo observada?
–-Não. Eu não estou com Riva de você. É só que você me pegou de surpresa. – Ela respondeu.
–-Me desculpe se eu te peguei de “surpresa”. Mas você vai dizer que não gostou? – Ele retrucou dando um olhar maliciosa. Bella não se conteve e acabou rindo.
–-Foi bastante diferente. Devo dizer que foi interessante. – Bella disse.
–--Interessante? Essa é sua definição? Quando eu fecho os meus olhos eu penso em você gozando sob os meus dedos. – Ele disse levando seus dois dedos na boca.
Bella jogou um pouco de água nele. Algumas gotas acertaram apenas o rosto dele. Edward entrou no Box de roupa e tudo, e agarrou Bella. Ela acabou gritando de surpresa.
–-Você já estar todo molhado. – Ela disse se debatendo rindo.
–-Foda-se. – Edward segurou na nuca de Bella e a beijou.
Em poucos segundos, ele já estava sem roupas, e já prensava o corpo de Bella nos azulejos frios do Box, enquanto a penetrava com fervor.
Na manha seguinte....
Edward acordou ás 6:00 da manhã. Ele continuou deitado na cama de barriga pra cima e ficou fitando o teto claro do seu quarto. Ele se virou e viu Bella dormindo de bruços. O lençol de cetim escuro, lhe cobria apenas da cintura para baixo deixando as costas dela nua.
Edward deu um longo suspiro. Desde o dia anterior, sua mente não processava outra coisa além da cena que havia visto. O corpo frágil da gata de Bella dentro da caixa. Ele não convivia 24 horas por dias com a gata como Bella,mas com certeza Mitsy iria fazer muita falta.
Edward já tinha planos. Além de sua família, não sabia em quem mais confiar. Principalmente aqueles que trabalhavam junto com ele, e até em sua casa. A gata estava dentro da mansão, que era totalmente protegida. Ele sabia que Bella já não estava protegida, assim como ele também não estava. Mas Edward tinha uma vantagem de se proteger que Bella não tinha. Ele sabia manejar uma arma como ninguém. Mas sobre isso ele já havia pensado. Bella iria aprender a usar uma arma.
Ele se virou novamente, e a encarou. Ela dormia feito um anjo,mas ele precisava acorda-la.
–-Bella acorde. – Edward dizia tentando acorda-la com beijos no rosto.
Bella apenas resmungou em protesto. Mas Edward continuou a tentar desperte-la. Bella acabou acordando. Ela fuzilava Edward com o olhar.
–-Posso saber o por quê de você esta me acordando? – Ela murmurou irritada.
–-Eu preciso que você se arrume. Use jeans,camisa e alguma bota sem salto. – Ele avisou. Edward se levantou da cama. Bella se sentou e o encarou sonolenta.
–-Pra quê? Aonde a gente vai? – Ela perguntou curiosa.
–-Você vai ver. – Ele deu um sorriso misterioso.
Bella se levantou com uma cera. Ela se dirigiu até o banheiro se arrastando, literalmente. Para deixa-la ainda mais puta de raiva, Edward lhe deu um tapa no traseiro. Chegou avermelhar o local do tapa. Bella se virou com uma carranca no rosto e lhe deu o dedo do meio.
Como já estava nua, Bella apenas entrou no chuveiro....
10 minutos depois ela saiu do banheiro com uma toalha amarrada no busto. Depois que Bella saiu do banho, foi a vez de Edward. E depois de 10 minutos ele voltou com uma cueca preta da Calvin Klein. Edward olhou Bella de cima a baixo, que já estavavestida.
–-O que foi? – Bella perguntou, enquanto terminava de pentear os cabelos.
–-Eu disse sem saltos. – Ele respondeu e Bella olhou para suas botas.
–-E isso são saltos? Isso deve ter uns 4 cm, ou talvez 5 – Bella disse como se fosse obvio.
–-Ok. Só não reclame se você quebrar a perna. – Edward disse entrando no closet.
Bella revirou os olhos. Ela estava curiosa, aonde será que Antony iria leva-la? Ainda mais a essa hora da manhã?
Minutos depois Edward já estava todo vestido. Trajava uma calça jeans de lavagem escura, tênis esportes preto, e uma camisa pólo também preta e colada no corpo. Bella quase babou. Aquela camisa acentuava bem os músculos dele.
Depois de finalmente prontos, desceram para o café. Edward disse para Bella se alimentar bem. Ela estranhou a ordem,mas tomou o café bem reforçado. Depois eles saíram em uma BMW preta.
Bella ficou olhando pela janela com tédio. O motorista fazia varias curvas,mas nunca chegava ao destino final.
–-Falta muito? – Ela perguntou se virando para Edward. Ele mexia em algo em seu celular.
–-Não muito. Já estamos quase chegando. – Edward lhe deu um sorriso e voltou sua atenção para o celular.
Bella bufou. Estava curiosa. Havia sido seqüestrada, e nem ao menos sabia para aonde.
Mais alguns minutos ou talvez horas dando voltas e voltas, eles finalmente chegam ao misterioso local. Bella saiu do carro após Edward. Ela olhou em volta e havia apenas uma estradinha deserta,por onde eles vieram e em volta apenas mato. Havia também uma cerca com um portão, e uma placa com os dizeres: “Proibido Entrar”, com letras vermelhas e bem grandes.
–-Que lugar é esse? –Ela perguntou olhando em volta.
–-Você vai ver. Temos que seguir a pé. Vamos. – Edward entrelaçou seus dedos nos dedos de Bella.
Um dos seguranças que os acompanhavam abriu o portão e eles entraram. Havia uma trilha cheia de pedras. Bella na maioria das vezes tropeçava em seus próprios pés. Mas Edward sempre estava ali para segura-la, e evitar que ela se quebrasse todinha. Mas sempre quando isso acontecia,ele se virava para ela e dizia: “eu não te avisei?”.
15 minutos andando eles finalmente chegam ao local. Era tipo uma clareira. Cheia de arvores altas em volta e um casebre. Em algumas arvores havia alvos pendurados. Ali parecia um acampamento militar que aparecia em filmes de ações, ou em seriados policias.
–-Que lugar é esse?
–-Esse lugar é um campo de tiro. Hoje você vai aprender a usar armas. – Edward respondeu.
–-Ei Bellinha, pronta? – Emmett perguntou lhe surpreendo com um de seus abraços apertados.
Bella continuou lá parada. Será que ela ouviu mesmo bem? Será que Edward havia mesmo dito que ela iria aprender a atirar?
–-O QUE?! – Ela exclamou tão alto que alguns homens ali olharam pra ela.
–-Não precisa gritar, porque aqui ninguém é surdo. Você esta aqui porque precisa aprender a se proteger. De algum jeito alguém de Aro entrou na casa e pegou sua gata. Com essa facilidade toda que ele deve para pegar um gato e ninguém ver, imagine com você. Você não quer ser a próxima não é? – Edward disse ríspido, e Bella engoliu em seco.
Edward não queria trata-la daquela forma. Mas ela precisava entender a gravidade da situação. O risco enorme que estava correndo.
–-Emmett conhece todos os tipos de armas. Ele vai te mostrar algumas delas. Você vai se dar bem. – Edward disse um pouco menos áspero. Ele lhe deu um beijo para acabar com toda aquela tensão.
–-Eu vou te mostrar primeiro como se monta e desmonta uma arma, como se trava e destrava, como se coloca o cartucho, essas coisinhas. – Emmett disse com indiferença como se aquilo fosse a coisa mais simples do mundo.
Emmett pegou uma pistola e mostrou passo a passo,calmamente,pacientemente, para que Bela entendesse tudo e não ficasse com duvidas. Depois que fez a demonstração,Emmett pediu para que Bella fizesse os mesmos passos que ele seguiu. Na primeira tentativa Bella errou,mas logo aprendeu.
–-Agora, eu vou te mostrar alguns tipos de armas e depois vamos para o campo de tiro treinar sua mira. – Emmett disse com um sorriso sacana no rosto.
Em cima de uma mesa havia vários tipos e modelos de armas. Edward observava tudo o processo de reconhecimento e familiarização de Bella com as armas. Se ela não se entendesse e se identificasse com as armas de nada valeria seu esforço.
–-Vamos conhecer algumas armas de pequeno porte. Essa é a 22LR– Emmet disse pegando uma arma menor que sua mão e pediu para que Bella a segurasse.
–-Ela é tão pequena. – Bella disse passando os dedos sobre o cano da arma.
–-Essa coisinha é pequena,mas seu pode matar até um elefante. Se o projétil dessa arma entra dentro da corrente sangüinea e é levada pelo sangue até o coração, ela vira uma bomba. Se você atirar em uma parte do corpo aonde é vital, essa pessoa não sobrevive. O bom dessa arma, é que ela é bem pequena e pode ser guardada em qualquer lugar ,sem muitas suspeitas. – Emmett explicou.
Bella analisando aquela pequena arma,mas muito potente. Poderia realmente causar um estrago.
–-Agora, vamos para a Taurus PT-938. Essa é uma arma de defesa. Atira em até 330 m/s. Essa é a Taurus PT 1911 , calibre 45, capacidade para 8+1 tiros, o peso dela é de 1,145, mira de sistema de três pontos. Em minha humilde opinião eu acho essas duas perfeitas pra você. Agora vamos para as armas com um enorme poder de destruição. Eu tenho duas aqui. Provavelmente Antony não ira deixar você usa-las,mas é sempre bom saber manusea-las. Então, essa é AK-47, perfura liga de chumbo de titânio, e essa daqui é a AK-101, ela é bem parecida com a anterior,mas as únicas duas diferenças são que o sistema de cartuchos é duplo, e a pontaria e mais precisa. Agora, senhoras e senhores, vamos ao momento que todos esperavam. Vamos testar a pontaria de Isabella Swan. Antony agora é com você. – Emmett fez uma voz meio nasalada.
–-Mas por quê o Edward? – Bella disse estranho. Até agora Edward não havia se mexido 1 mm.
–-Porque eu não quero nenhum outro homem te encoxando. – Edward sussurrou no ouvido dela.
Edward levou Bella até os alvos com uma distancia de 12 metros de distancia. Bella encarou a distancia dos alvos. Edward realmente queria que ela atirasse naquelas alvos daquela distancia?
–-Você quer que eu atire a essa distancia? – Bella disse a ele descrente.
–-Ok. – Edward a arrastou um pouco mais para frente em uma distancia de 6 metros.
–-Tá bom pra você? – Ele perguntou e ela assentiu.
Edward pegou a Taurus PT – 938 e entregou na mão de Bella e esperou ela fazer algum movimento.
–-Você não vai me ensinar? Vai ficar ai me olhando com essa cara de Cú? – Bella disse com irritação.
Edward foi até ela, e se posicionou atrás dela, segurou em suas mãos, que estavam na arma, e mirou diretamente no alvo.
–-Tem que estar no alvo certo. Quando você atirar vai sentir um impacto. Com isso você ira ser impulsionada para trás. Precisa manter seus pés fixos no chão, se não você ira cair. – Edward disse com a boca bem perto do ouvido de Bella.
Bella olhou para o alvo,mirou e atirou. Como Edward havia dito, seu corpo foi impulsionado para trás. Se Edward não a segurasse, Bella iria cair no chão. Ela não havia conseguido.
Edward não desanimou e nem desistiu. Continuou ensinando-a. Obvio que Bella não iria virar uma expert de uma noite para o dia. Mas ele iria fazer o possível para que ela chegasse aos seus pés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar saiba que:
1. Você pode se Cadastrar com sua rede social para comentar é muito simples. Clique AQUI para saber mais.
2. Comentários, imagens e links ofensivos a Robert, Kristen ou ao trabalho realizado por esse fandom serão deletados e banidos.
2. Evitem usos de palavrões e confusões pois esses comentários serão deletados e colocados na lista de SPAM.
3.Links de sugestão de máterias por favor enviem para irmandaderobsten@hotmail.com ou no nosso chat.